Yin Fu Jing, o Tratado sobre a União Oculta

Foto: Carlos M. Almagro

“A tradução literal de Yin Fu Jing é ‘Tratado sobre a União Oculta’: ‘jing’ significa tratado; ‘fu’ significa união ou correspondência; e ‘yin’ como oposto a yang significa oculto. Esse livro trata da correspondência invisível que se estabelece entre as formas visíveis ou manifestadas e a energia invisível que desperta aquelas formas, e que inclui o ser humano, com um corpo material visível e uma força espiritual invisível que anima sua existência. Trata também de outro entendimento importante dentro da filosofia taoista, ligado à noção de correspondência: o conceito da circunstância.

A força invisível de que nos fala o texto emana do céu. Ela atua de forma oculta e sobre todas as manifestações concretas e visíveis, determinando, por exemplo, o início e o fim das quatro estações, a existência do quente e do frio, do vento e da chuva, do raio e do trovão, das árvores e dos rios, e da vida e da morte de todos os seres. Esses são fenômenos terrenos, visíveis, mas para que possam ocorrer, é necessário existir uma força celestial por trás, governando e estimulando cada uma dessas manifestações.

(…)

Todas as manifestações visíveis precisam estar ligadas e integradas a suas origens invisíveis, uma vez que todas as existências têm sempre um lado invisível que faz parte do visível. O homem vive entre o céu e a terra. (…) Se tudo que acontece na terra tem uma origem no céu, se tudo que acontece no visível tem uma origem no invisível, o homem, que normalmente só toma consciência do seu lado visível, tem como tarefa espiritual reconhecer a existência do seu lado invisível, celestial e promover a união desse lado com o seu lado visível, terrestre. Isso é unir o caminho humano ao caminho do céu, utilizando corpo e espírito como veículos de união da terra com o céu. Esse é, exatamente, o conceito de união do homem ao céu, é fazer o que o livro chama de ‘União Oculta’.”

” II – O Yin Fu Jing”, in “Yin Fu Jing – Tratado sobre a União Oculta”, Huangdi, o Imperador Amarelo, tradução do chinês e interpretação de Wu Jyh Cherng, Ed Mauad X

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s