Daoyin

image

“Inspirar e expirar, expirar e inspirar, eles se livram do velho para absorver o novo. Eles balançam como ursos e esticam como pássaros. Tudo isso fazem a fim de ter uma vida longa. Eles são discipulos daoyin, pessoas que nutrem sua forma em busca da longevidade como Pengzu *.” Zhuangzi, sec.4 a 2 a.C.

Dao Yin é uma prática de meditação taoista conhecida como “sentar na calma” de origem anterior a 500 a.C. Muitas vezes praticado associado ao Tai chi chuan, é um equilibrio entre Yin-Yang, entre “conduzir” e “assimilar”, entre meditar e se movimentar com suavidade.
É praticado até hoje nas Montanhas Wudang, e ensinado atualmente como atividade fisica a milhões de pessoas, inclusive em universidades, com o nome de Daoyin yang sheng gong, forma desenvolvida na década de 70 por Zhang Guande.
No Brasil foi divulgado pelos mestres Liu Pai Lin e Wu Jyh Cherng.
O seu treinamento associado a técnicas de automassagem visam desobstruir os meridianos e permitir o livre fluxo do Qi.
Henri Maspero em seu livro Le Taoisme et les religions chinoises dedica um capitulo ao Daoyin e descreve algumas formas como a seguinte:
Método de ginástica de Pengzu Daoyin Fa
0- Se deitar sempre com as roupas e cobertas limpas. Ao fim de cada movimento fazer 5 respirações do baixo ventre.
1- Endireitar todo o corpo ao longo da cama e comprimir o baixo ventre.
2- Encolher os dedos dos dois pés.
3- Esticar os dedos dos dois pés.
4- Virar os pés um em direção ao outro.
5- Juntar os dois calcanhares virados para dentro.
6- Estender a perna direita e dobrar o joelho esquerdo.
7- Estender as pernas e os dedos dos dois pés.
8- Com as duas mãos trazer os dois joelho em direção ao peito conforme for sentando.
9- Movimentar os dois pés para fora 10 vezes .
10- Movimentar os dois pés para dentro 10 vezes.
No total são 10 exercícios e cinquenta respirações. Fazer 5 séries. Deve ser praticado todas as manhãs ao canto do galo (1 a 3 horas da manhã) ou antes do amanhecer ( 3 a 5 horas). Não comer ou tomar banho antes da prática.

*Grande oficial da dinastia Shang que dizem ter vivido por 700 anos.

Marta Hentzy

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s