Espaço, Tempo e Ponto de Vista

“Não vemos as coisas como são: vemos as coisas como somos.”

(Anaïs Nin)

RelatividadeSomos ínfimos pontos de referência num Universo onde tudo (incluindo nós mesmos) está em constante movimento e transformação. Aqui na Terra ocupamos um Espaço a cada Momento e, assim, temos sempre um ponto de vista particular perante a circunstância mutante em que nos inserimos ao longo do tempo. Embora, em essencia, sejamos iguais a qualquer outro ser humano, nos realizamos, cada um de nós, ao longo do tempo de vida, através de caminhos pessoais únicos, originais, irrepetíveis, insubstituíveis, incomparáveis.

Maria João Bastos

É como diz o samba…

“Do ponto de vista da terra quem gira é o sol
Do ponto de vista da mãe todo filho é bonito
Do ponto de vista do ponto o círculo é infinito
Do ponto de vista do cego sirene é farol

Do ponto de vista do mar quem balança é a praia
Do ponto de vista da vida um dia é pouco
Guardado no bolso do louco
Há sempre um pedaço de deus
Respeite meus pontos de vista
Que eu respeito os teus

Às vezes o ponto de vista tem certa miopia,
Pois enxerga diferente do que a gente gostaria
Não é preciso por lente nem óculos de grau
Tampouco que exista somente
Um ponto de vista igual

O jeito é manter o respeito e ponto final.”

(“Ponto de Vista”, Composição de João Cavalcanti e Edu Krieger)

Anúncios

Uma ideia sobre “Espaço, Tempo e Ponto de Vista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s