A Dietética Chinesa

264400_194127700741047_1378413206_nNa Medicina Tradicional Chinesa a alimentação é um fator fundamental para a manutenção não só da vida como também do equilibrio saudável. Os alimentos estão relacionados a um movimento, a um sabor, um odor, uma natureza energética, uma propriedade, toxidade e meridianos aos quais se destina. Devido a todas estas ações a dietética chinesa é considerada uma técnica curativa, uma Arte.

Denominada Shi Liao, parte do principio que todos os alimentos possuem um valor energético e devem ser consumidos de acordo com o individuo, aumentando o que está deficiente e reduzindo o que está em excesso.

Sua complexidade é imensa, portanto por aqui vamos falar um pouquinho, para ter uma noção e não achar que o seu acupunturista é um louco quando lhe propõe a dar uma mudada nos seus hábitos alimentares, ok?

Segundo a Dietética chinesa os alimentos produzem movimentos internos em nosso corpo, seja no sentido ascendente, descendente, para fora ou para dentro. Por exemplo, o melão provoca movimento para baixo, nos dando logo o desejo de urinar. E a pimenta? Logo provoca um movimento para o alto e para fora e logo sentimos um calor no rosto e lágrimas nos olhos. Mas na maioria das vezes é necessário muita observação para sentirmos esses efeitos.

Vamos então por agora dar uma olhada na questão dos movimentos energéticos dos alimentos:

Os alimentos de Movimento Ascendente, aqueles que movem para cima, são bons na Primavera e geralmente são picantes, ácidos ou doces e de natureza neutra. Exemplo? arroz, milho, abóbora, damasco, carne bovina, etc.

Já os alimentos de Movimento Descendente, aqueles que movem para baixo, são bons no Outono, geralmente possuem natureza fresca, quase fria, como alface, broto de bambu, melão…

No Verão o bom são aqueles que movem para fora, tirando o calor de dentro do corpo para que este não fique excessivo. Geralmente eles são picantes, como gengibre, agrião e rúcula.

Para aquecer no Inverno, alimentos que movem para dentro, geralmente de sabor salgado ou amargo e natureza morna, chicória, mariscos, caranguejos…

Claro que não vamos só ingerir um tipo de alimento em cada época do ano, mas dar uma realçadinha pode fazer toda diferença. Também é de extrema importância na Dietética Chinesa a Natureza do alimento, ou seja, se ele é Yin, Yang ou Yin/Yang; além de mastigar bem os alimentos, não ingerir liquidos gelados, etc.

Marta Hentzy

Anúncios

4 ideias sobre “A Dietética Chinesa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s