Sobre o Espaço para Dormir / Repousar

O lugar onde dormimos/repousamos tem influência significativa sobre nós?

O Lugar para Dormir / Repousar

O Lugar para Dormir / Repousar

Todos já experimentámos identificar lugares onde dormimos/repousamos melhor do que em outros, independente das condições físicas e não físicas em que nós próprios nos encontramos ao deitar.

Em termos energéticos é de observar que durante o estado de vigília nossa energia pessoal se encontra em fase Yang, ativa, expansiva, em direção ao exterior e, desta forma, repele melhor eventuais interferêcias externas perversas, nos protegendo de sua influência.

Já durante o repouso ou o sono nossa energia pessoal entra em fase Yin, passiva, de retração, em direção ao interior, permitindo uma maior influência das energias externas sobre nós.

Assim, o lugar de repouso tem importância significativa, sim, sobre nós.

Sobre que aspectos o lugar onde repousamos/dormimos nos influencia?

O lugar onde dormimos e/ou repousamos nos influencia sobretudo no que se refere à nossa capacidade de descansar/recuperar energia e na saúde (física, mental, emocional e espiritual), mas também tem influência significativa sobre a qualidade das nossas relacões interpessoais, especialmente aquelas mais íntimas (dentro do grupo de pessoas que partilha uma mesma unidade habitacional).

O que caracterizaria um lugar de repouso favorável?

São bastante diversos os aspectos que podem interferir na qualidade do local de repouso: o tipo de cama, travesseiro e roupas (de cama e de dormir) que utilizamos; a configuração espacial/construtiva do cômodo e seu lay-out (disposição dos móveis dentro do espaço disponível); as condições do ar ambiente, da ventilação, da insolação (sim! a insolação interfere na qualidade de um local, mesmo durante a noite!), da temperatura e do grau de silêncio do lugar; e a sensação (ou não) de aconchego e de segurança que percebemos a partir da cama, para enumerar apenas alguns dos fatores.

O Feng Shui Tradicional da Escola Xuan Kong leva em consideração não apenas a qualidade da energia do local, dentro do imóvel, onde se situa a cama (avaliada a partir do cálculo do mapa energético do imóvel), como também a melhor direção eletromagnética segundo a qual o corpo deverá permanecer durante o repouso (o que é um dado pessoal e igualmente passível de cálculo). Além disso, identifica áreas onde, independente do próprio mapa energético do imóvel, devemos evitar permanecer por períodos de tempo mais longos (quer em repouso ou até mesmo em vigília).

Também é importante que o ambiente onde repousamos seja limpo, bem ventilado, sem poluição atmosférica (mofos, gases, poeiras, produtos químicos), energética (radiações, inclusive campos eletromagnéticos), nem sonora; que receba sol durante algum tempo por dia, mas também ofereça a escuridão necessária para estimular a produção de melatonina.

Além da qualidade energética do local, a cama, preferencialmente de madeira (evitar as de metal), deverá ser instalada de maneira a encostar sua cabeceira contra uma parede cega (sem aberturas) e dentro da qual não passem canos. É importante que a posição da cama possibilite a quem estiver deitado o controle visual (e sem esforço) sobre a entrada do cômodo, mas de tal forma que o corpo não fique alinhado com algum vão de passagem (porta, janela). Também é importante, caso haja algum espelho naquele local, que ele esteja instalado de maneira que quem está deitado não consiga se ver refletido.

Sem pretender esgotar a questão, seria igualmente importante que sobre toda a área da cama não existam quaisquer volumes ou saliencies (armários, prateleiras, vigas expostas ou quaisquer outras configurações volumetricas que não sejam planas, e que, caso o teto do cômodo seja inclinado, que esta inclinação se desenvolva perpendicularmente à cama, tendo a cabeceira pelo lado de menor pé-direito.

As interferências que eventualmente possam ser recomendáveis nos espaços destinados ao repouso e/ou ao sono obedecem necessariamente a avaliações individuais (caso a caso),  considerando os dados de forma global, com uma visão orgânica da interferência dos diferentes elementos. Portanto, não é uma simples questão de receita universal…

Desejo-lhe um bom descanso! Que durma bem!

Maria João Bastos


 

Anúncios

Uma ideia sobre “Sobre o Espaço para Dormir / Repousar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s