No Mundo dos Homens

Pássaros…” Disse Yen Hui: Posso perguntar o que é o jejum da mente?
Disse Confúcio: Torna una a tua vontade. Não ouças com os ouvidos, mas com a mente. Não, não ouças com a mente, mas com o espírito.  O ouvir detém-se nos ouvidos; a mente detém-se no reconhecimento; o espírito, porém, é vazio e segue de perto todas as coisas. O Caminho só se avoluma no vazio. O vazio é o jejum da mente.

…É fácil abster-se de andar; o difícil é andar sem tocar na terra. É fácil trapacear trabalhando para os homens, mas é dificil quando se trabalha para o Céu.  Ouviste falar do vôo com asas, porém nunca do vôo sem asas. Ouviste falar do conhecimento que conhece e, nunca, do conhecimento que não conhece.  Olha para essa sala fechada, para o quarto vazio onde nasce a claridade. A fortuna e a bênção se acumulam onde há tranquilidade.  Mas, se não és tranquilo – chama-se a isto estar sentado, mas correndo ao redor. Que teus olhos e ouvidos se comuniquem com o que há dentro de ti; deixa porém do lado de fora a mente e o conhecimento.  Então, até os deuses e os espíritos virão habitar contigo, para não falar dos homens!”

in Chuang Tzu, Escritos Básicos.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s