A Terra, o Tai Chi e as Estações do Ano

Olhar a superfície do planeta de dentro de um aviVoandoão já é, por si só, uma “viagem”! Podemos ver a topografia, a vegetação, os padrões de mudança de ambos ao longo do trajeto, e imaginar como será “lá em baixo”.

Chamou-me a atenção a nitidez da paisagem montanhosa ao entardecer: estava muito evidente a diferença entre as faces iluminadas das montanhas, as suas faces sombreadas e a gama de meios-tons.

Daí ao reconhecimento do Tai Chi (Yin-Yang) foi um pulo, coisa quase “natural”, tipo cacoete da profissão…(rsrsrs).

Trajeto

E segui nessa mesma “viagem”, até porque, além de estar atravessando o Equador (trocando o hemisfério sul pelo norte), estávamos nas vésperas do Equinócio, ocasião em que a noite e o dia (Yin-Yang), em ambos os hemisférios, tem a mesma duração – momento exato da troca de polaridade das estações (Verão-Outono / Inverno-Primavera)!

“Movimentos da Terra: Rotação e Translação”, in blogjackiegeo.blogspot.com

Sair do Brasil no final do Verão (início do Outono) e chegar à Noroega no final do Inverno (início da Primavera), com todas as exuberantes evidências climáticas naturais de cada um dos lugares naquele mesmo momento foi uma experiência muito clara da polaridade das estações do ano pelo planeta afora, que também é expressão do Tao da Terra.

Logo

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s