O Ponto de Mutação

“Quando os ventos da mudança sopram, algumas pessoas constroem muros, outras constroem moinhos de vento” (frase circulando nas redes sociais)

As artes taoistas se apoiam no entendimento do princípio da mutação e, de alguma forma, sua prática busca incentivar e aprofundar este entendimento como instrumento para a evolução pessoal.

Com o Feng Shui tradicional não é diferente – a técnica Xuan Kong Fei Xin (Estrelas Voadoras), da Escola San Yuan, trabalha exatamente com o estudo do contínuo movimento das energias no espaço através do tempo, com o objetivo de identificar circunstâncias e salientar potenciais oportunidades de mudança.

Neste momento, experimentamos uma conjuntura energética muito especial, já que nos aproximamos da primeira metade do Ano da Serpente de Água, décimo ano (primeira metade) do Exercício da Montanha.

A energia predominante deste ano, Estrela Cinco Amarelo (a mais violenta e destrutiva das nove Estrelas Voadoras), de natureza Terra, relacionada aos desastres, acidentes, e mudanças drásticas, encontra-se reforçada nas suas características energéticas. Vale observar como ela vem se manifestando – uma profusão de tremores de terra, tornados, erupções vulcânicas, tempestades, chuvas torrenciais, inundações, explosões, incêndios, desmoronamentos, grandes e enérgicas manifestações populares, etc.

A última vez em que esta energia predominou, no período do ano Jia Shen (Ano do Macaco de Madeira – de 22 de janeiro de 2004 a 08 de fevereiro de 2005), logo no início do Exercício da Montanha, foi quando ocorreu o grande tsunami do Oceano Índico (dia 26 de Dezembro de 2004), que provocou mais de 220 mil mortes, 1,5 milhão de desabrigados, devastou uma área gigantesca e atingiu mais de 14 países. Foi no início desse mesmo ano (dia 04 de Fevereiro de 2004) que começou a funcionar a rede social Facebook, inicialmente apenas para alunos de Harvard, proposta revolucionária de multiplicar e estabelecer relações interpessoais. Em ambas as ocasiões temos como denominador comum a energia anual, assim como a Estrela mensal Um Branco, energia Água, ligada à comunicação, à criatividade, mas também ao perigo, ao abismal.

Agora, desde o dia 08 de Junho corrente, a Estrela Voadora anual compõe sua qualidade energética de modo a favorecer a energia de natureza Metal (corte, critério, justiça, retidão) da Estrela mensal Sete Vermelho, que se relaciona à comunicação e às finanças e que tem se manifestado através de movimentos de massa expressando explosivamente seu descontentamento, como vemos internacionalmente, ou através de denúncias pessoais que geram escândalos de grande porte, como as que Edward Snowden fez recentemente.

Dentro de uma visão maior, em que passamos do estudo da energia anual para o estudo de períodos de vinte anos (denominados Exercícios), e que dão uma ambientação energética de base, mais prolongada, é interessante observar o atual momento do Exercício da Montanha, que se relaciona com concentração, quietude, autocontrole, observação, questionamento, reflexão, domínio sobre o impulso, etc.

No I Ching, a expressão energética do Exercício Montanha é o Hexagrama Quietude, que descreve os seis estágios da meditação (caminho entre o não-apego e o não-abandono). Visto que estamos exatamente na metade da duração deste Exercício, podemos dizer que energeticamente nos situamos entre a terceira e a quarta linhas do Hexagrama Quietude, o que nos indica de partida um momento de transição significativa entre um ponto máximo de bloqueio (o alto do Trigrama inferior Montanha) e o impulso para uma nova situação (linha inferior do Trigrama Trovão), e, por outro lado, o início do estado de espírito alinhado com a verdadeira Quietude (paz interior). Enquanto a terceira linha fala de uma situação de controle forçado, impróprio, que tenta, na marra, atingir resultados inadequados à circunstância, criando agitação, conflito e ressentimento, a quarta linha, por sua vez, descreve uma situação de autocontrole em que o impulso desenfreado é contido a partir do coração, onde se atinge a quietude sem perder a flexibilidade, e se evita o perigo das ambições desmedidas. É um movimento de bloqueio do que é inadequado (forçar a vontade) e de realização da auto maestria, a sabedoria para se cumprir o próprio destino.

Com este pano de fundo, a partir do próximo dia 8 de julho, a Estrela anual comporá sua energia com a Estrela mensal Seis Branco e sua natureza Metal passará a se expressar relacionada ao movimento/força criativa, à lei, à autoridade, à concretização de ideais.

Depois disso, a partir do dia 07 de agosto, as Estrelas anual e mensal serão idênticas (Estrela Cinco Amarelo) e propiciarão uma culminância na probabilidade de alterações profundas em todos os níveis de manifestação – esperemos que para melhor…Moinho de Vento (Batalha - Portugal)

Dentro deste contexto energético, o Feng Shui do momento favorece mais aos moinhos de vento do que aos muros…

Que venham fortes, os ventos da mudança!

Maria João Bastos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s